sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Primeiro encontro no Grupo de Apoio à Adoção

Oie pessoas!!

Vim hoje falar do meu grupo de apoio à adoção. Existem muitos grupos espalhados por todo Br, mas este é especifico para pessoas da minha comarca, ou seja só participa pessoas que estão já habilitadas (na lista de espera para adoção).

Não tem muito que falar. O tema foi sobre as expectativas e adaptação na chegada do filho. A psicologa aborda os temas e depois existe uma interação com o pessoal.

Como curso é opcional, o número de participantes não é compatível com o número da lista. Tinha por volta de 30 pessoas.

O legal desse encontro, que no final você consegue visualizar sua colocação. E a minha é ❤ 107 ❤

Eita número lindo! Vamos comigo fazer contagem regressiva? hahaha vai levar só uns 4 anos.....




Quem vai ficar pra ver até o fim dessa novela




(◕‿◕。) Vou parar de brincar e ir curtir minha espera!! :)

Lindo final de semana pra todas e todos! rs

PS: Segunda-feira tenho consulta com a Dra Japa-Incrível. Quem acompanho um ano atrás viu que passei pelo Dr. Eficiente, pelo Dr. Famosinho, pelo Dr.Otimista... enfim acho que nada compara a sensação de estar com essa Dra, sinto que ela merece um título bem melhor que consegui pensar, tirando minha falta de criatividade, sei que não importa resultado isso vai dar, ela já tem minha total confiança! Confiança que dessa vez escolhi certo as mão que serão cuidando da minha ultima tentativa!! :)

Depois volto pra contar tudo pra vocês!

Muitos♡beijos♡lambuzados♡de♡Mel
da Futura Mamãe Ursa

terça-feira, 11 de julho de 2017

Quanto vale um filho?


Essa resposta era pra ser simples.

Mas não é quando não se tem um filho por meios naturais.

Vale toda espera? e se a espera te deixar louca?

Vale todo dinheiro que você tem? e se você não tem muito ou nada

Não vale desistir?

Vale quanto? Vale até quando?


..................................................................



Oi pessoas!

Várias vezes venho até aqui e penso no que vou escrever. E foge a inspiração...

Então decidi postar os meus pensamentos recorrentes, recentes sobre a gravidez de parto normal, pois a de parto cardíaco está indo de vento em poupa ❤

Desde meu último post (como contei para vocês) estou realmente me sentindo gravida do coração!!

E isso me trouxe uma alegria, uma paz que a muito tempo não sentia. Uma sensação tão boa ❤ que de verdade não esperava sentir. No primeiro dia no fórum eu me senti quase-grávida... Agora a sensação está mais forte ainda! Sinto que estou realmente mais perto do meu tão sonhado sonho!
A adoção, desde momento que entrou na minha vida, só traz alegria!! Quanto isso não posso e nem tenho do que reclamar ❤

Mas e a gestação da barriga? E seu parto normal tão sonhado. E amamentar?

Eu simplesmente não consigo mais saber a resposta para essas perguntas. Não sei mais avaliar o quanto eu desejo, o quanto espero, o quanto eu pago, o quanto eu acredito, o quanto quero isso.

Perdida estou entre a felicidade da gestação do coração e o quanto ainda quero a gestação física.

Provavelmente farei mais uma vez o tratamento. Só não sei mais se é porque quero muito ou porque a ação de desistir cobra um preço alto na consciência.

Não sei qual preço quero pagar.

“Direito à busca da felicidade” A busca não é tudo ou nada – ela é tudo E nada. (Jeanette Winterson)

PS: Não é direito à felicidade.


beijos♡lambuzados♡de♡Mel
da Futura confusa Mamãe Ursa

quarta-feira, 17 de maio de 2017

Psicóloga - Adoção


Oi pessoas lindas!

Escolhi contar para vocês o relato dos encontros com a psicóloga da adoção quando finalizássemos ◕‿◕

E finalizou!!! ✔ ✔ ✔ ✔

Estou quase habilitada!! da minha parte já fiz tudo! Só esperar ser informada que estou na lista, no cadastro nacional!!

#dancinhadavitória

Completou um ano que estou nesse pré-natal do coração!! se quiser acompanhar o primeiro post de adoção foi esse aqui "Estou quase Grávida!"

Foi um 1 ano de espera tranquilo? Não. Também teve lágrimas e dramas que você pode conferir aqui > A culpa é das estrelas? e aqui > Me espera

Mas hoje é dia de festa!

Foco!! haha me perco. Vamos aos relatos!


✔ Foram no total 5 encontros com a psicóloga, em média 2 horas de consulta.

✔ Os 3 primeiros, eram realizados juntos com outro casal em processo de habilitação.

✔ Super tranquilo, parecia mais um bate papo, na verdade essa psico adorava contar histórias.

✔ Foi preenchido e entregue o perfil detalhado do(s) nosso(s) filho(s) tão sonhados.

✔ Foi abordado temas, como racismo, dificuldades em educar uma criança, o preconceito e/ou apoio da família estendida, motivos para se adotar, medos e dúvidas.


Esse é o resumão. Você pode parar por aqui!!! Post longo as vezes é muito chato rs.

Para quem está mais curioso... vamos aos detalhes!


Senta que lá vem história (as)


✿ Quem não gosta de uma fofoca né? Vou falar do casal fofo que participou das duas primeiras reuniões. A futura mamãe contou que colocou estudos e carreira em primeiro lugar, os anos foram passando e ela não pensava muito em filhos. E achava que algum momento iria sentir o que falam, sobre a vontade bater quando chegar a hora. E foi o que aconteceu. Aos 39 anos perceberam que a hora chegou para ter um filho, começou a tentativas, logo foi ao médico ver se tudo estava bem e descobriram que as chances seriam quase nulas. Ela nos contou na sessão com a psicóloga que não chorou nenhuma vez, só pensou, puxa que chato e foi pra casa. Marido e ela conversaram sobre a adoção, lá estavam eles aos 40 entrando na lista de espera =). Perfil deles é pra 1 criança, indiferente de sexo, saudável, até 6 anos, branca. São muito legais e desejo muito que sejam felizes! Não tive mais contato, quem sabe nos embarramos no grupo de apoio né! :)


✿ A psicóloga. É casada, mãe de 2 moças, muito bonita e simpática. Nos contou muitas histórias envolvendo as filhas. Como a caçula colou o olho com super bonde aos 2 anos e ela ficou desesperada, se culpando, mas por sorte não teve sequelas. Também contou quando a filha mais velha disse que não gostava dela e ia embora, fez até malinha. Ela deu um conselho que gostei muito: Disse que em tom alto conversando com a caçula (para a outra ouvir) falou. Nossa! como sera nossa vida sem a xxx, vamos ficar tão tristes, a amamos tanto, amo tanto, tanto que não sei como será minha vida sem ela. (disse coisas assim), logo a menina veio e abraçou e disse que também amava. Ou seja, conselho dela foi: Uma criança que faz ou fala em ir embora, provavelmente só precisa reafirmar que é amada, escutar, ter atenção. Isso acontece, não importa como chegou, todos querem ser amados.E uma das meninas teve muitos problemas com escola, de perceber que não estava feliz, ela trocou. Deixou recado, fique de olho, mesmo que a escola seja o melhor, o mais perto para você, importante é saber que esteja sendo bom pra criança.

Nosso perfil escolhido:

- Optamos por 1 ou 2 duas crianças (irmãos), até 5 anos o mais velho, indiferente de sexo, indiferente de cor, doenças físicas tratáveis, pais drogaditos, pais alcoolistas, proveniente de estrupo, proveniente de incesto, vítima de atentado ao pudor, pais soropositivos, sorologia negativada para HIV, vitimizada (maus-tratos), de todos estados do nosso território nacional.

- Dizemos não para: Com problemas físicos não tratáveis, com problemas físicos tratáveis graves, com problemas mentais não tratáveis, com problemas mentais tratáveis graves, com problemas mentais tratáveis leves, com problemas psicológico graves, com problemas psicológicos leves, soropositivo para HIV.

- a! outra pergunta feita: aceita criança quando é feita separação de irmãos. Dizemos não. Isso porque a justiça neste casos pede que não corte vinculo entre irmãos, e achamos complicada essa responsabilidade.

Eu detalhei bem as escolhas para sim ou não, as vezes ajude alguém interessado que tipo de escolhas devem ser feitas no processo de adoção, para entender que não é apenas idade, cor e sexo.

✿ A psico também nos relatou muitos casos de devoluções, suas causas (muitas vezes banais), nos explicou como funciona e o trauma que duplica na criança por ser rejeitada pela segunda, terceira vez. E que o trabalho intenso da vara de infância é diminuir e acabar com isso. Então quando uma pessoa te falar que processo de habilitação a adoção é moroso e burocrático. Sim! isso é uma verdade. Porém cite as estatísticas de quantas casos de adoção não termina bem. E nunca culpe a criança, os casos são por culpa de adultos mal preparados, que não tiveram suas dúvidas sanadas, optaram por perfis não compatíveis com suas realidades, que não receberam uma avaliação adequada. Por isso na minha comarca passou a ser 5 encontros com a psico, invés de 1, pois estão trabalhando diminuir esses traumas a todos envolvidos.


✿ Nos informou o número na lista de espera, hoje por volta de 130 pretendentes. E que estimativa de espera para nosso perfil é de 4 anos. Ou seja!! provavelmente aos 33 anos já serei mãe!! huuuu parece uma longa espera, mas sei que vai passar voando!!! Afinal o tratamentos consome o saco, tempo... ou seja distrai bastante! haha. Enfim agora fica dúvida? Qual será que vem primeiro dos meus filhos? os da adoção??? os da FIV?? Façam suas apostas!! Eu realmente não faço ideia. rs

Então é isso pessoal!! Se tiverem mais dúvidas só perguntar!! Até o próximo post!!


Muitos♡beijos♡lambuzados♡de♡Mel
da Futura Mamãe Ursa

sexta-feira, 28 de abril de 2017

Quando for mãe eu _______!!





Oi pessoas!!!

Nesse meu tempo na estrada da maternidade, tive o prazer de conhecer novas amizades através do blog, face... etc.

E vou te contar!! amo isso! É uma alegria ter quem goste de compartilhar essa fase!! ◕‿◕

Está imagem postei no meu Instagram há um bom tempo e ainda concordo com essa frase em grau, gênero e número.

Todas vocês que perdem um tempinho das suas vidas para me dar apoio, sério! Sou muito, muito grata!!

Mas vamos parar de jogar confetes!! haha... Bora começar o que vim aqui fazer hoje: Fui desafiada!



Com as lindas do "Sobre Adoção" e do "Meu Plano A" criamos a TAG "Quando eu for mãe____" ou seja, postar sobre coisas que pretendemos ou não fazer pelos nossos filhos, ou que vamos ou não deixar eles fazerem. Só para daqui uns anos darmos boas risadas com as coisas que cumprimos ou não! haha!

Então vamos lá

Quando eu for mãe ___

- não deixarei tomar refrigerante até 5 anos.
- farei o cantinho do castigo, e obedecer a regra do tempo x idade.
- nunca vou bater
- vou impor tempo diário para uso de TV e internet
- irá existir regra com horários para banho e dormir
- vou fazer alimentação saudável
- não vou ficar nervosa quanto se jogar no chão, fazer piti, gritar, der escândalos (agirei com calma e racionalmente)
- vou ler para meus filhos dormir
- colocarei para fazer ballet, judo, inglês, um instrumento musical e kumon (era meu sonho fazer Kumon haha)
- provavelmente meu filhos irão dormir na minha cama (não sou contra isso hoje)
- meus filhos irão brincar na terra, areia. Terá vitamina S sujeira!
- irei ensinar educação financeira desde de pequeno, estipular mesada.
- serei relax com cortes de cabelo, roupas... etc.
- serei rígida com rendimento escolar
- farei festa/bolinho no mínimo em todos aniversários
- montaremos juntos a árvore de natal todos anos
- pretendo utilizar o Método Montessori (confesso que terei muita dificuldade pela minha personalidade mandona e gostar de ajudar demais)
- não terei ciumes de professoas, amigos, familiares...#duvido
- deixarei dormir na casa dos outros (tias, madrinhas, avós) #duvido
- serei forte em situações de hospital, injeções, internações #duvido Não custa sonhar né?! rs
- não vou chorar pra levar pra creche, primeiro dia de aula... etc. #duvido rs

Essas são as coisas que consegui lembrar. Será que conseguirei manter?

Então agora desafio a vocês, se quiserem brincar com a gente, pra anos depois vermos o que mudamos de opinião no dia-a-dia com os filhos!!



Beijos*lambuzados*de*Mel!!

da Futura Mamãe Ursa!

segunda-feira, 27 de março de 2017

Transferência - TEC

Oie pessoal!!!

Super Spoiler : O meu tratamento deu "negativo" (coloquei no fim do post anterior ). Pra frente faço relato como foi, mas antes disso preciso colocar o blog em ordem cronológica!! hahaha quem manda ser atrasada! rs

Como prometido o relato da minha transferência - TEC

Foi realizada no dia 06/03/17, era 19° dia do ciclo. Lembra do post "A novela do endométrio", por isso deu essa atrasada, média ser feito no 15°, 16°... do ciclo. Não é?? enfim... rs

Aqui trago a fotinho dos meus embriõeszinhos...



Ta ai fotinha do resultado de todo meu tratamento. Pra entender o porquê de só 2 embriões... você lê aqui >>> "Relatos da minha 1° FIV"

Confesso que fiquei bem emocionada de ter essas duas fotinhas. :) Não cheguei a receber o relatório da qualidade deles, sei apenas te dizer que o da foto 1 estava virando morula, ele era um embrião de 12 células. E o da segunda foto de 10 células.

No dia fiquei com muiiito medo da anestesia (sedação por 40min) (nunca tinha tomado na vida)... Tive piti básico por conta da agulha, dá uma agonia de amarrarem seu braço, sei lá qualquer centro cirúrgico deve ser horrível né? Mas depois que te apagam você não vê mais nada. Qdo acorda parece que só tirou com cochilo rs. Uma 2horas depois me deu pouco de cólica.

O hospital top! não faço mais por essa clinica por outros motivos, mas a equipe de enfermagem, instalação é top. Porém não quero nunca mais na vida ser doadora, isso fica pra outro post.

A conduta médica varia muito sobre a questão do repouso, para meu médico não era necessário! Era sair dali e vida normal, porém eu pedi 3 dias de repouso do trabalho. Fiquei até com pernas pra cima no primeiro dia... haha

Lembro que pra ir andando do hospital até o carro me fez ficar preocupada que os embriõezinhos iam cair haha #poderir

- Comi umas 2 fatias de abacaxi de jejum pela manha por 5 dias.

- Gelatina e comprimido de colágeno.

- Muita água.

- 1 litro água de coco natural por dia (fazia marido buscar todo dia fresquinha)

- Café só descafeinado.

- Nada de refri e comida mais natural possível.

- Não fiz esforço físico.

- Não tive sintoma nenhum, nada mesmo.

Foi isso gente!! Fiz o meu melhor... fiz o que estava no meu alcance.

E infelizmente deu negativo. Beta HCG no dia 17/03/17 deu indetectável. E a monstra veio no dia 20/03/17. Game over.

.....

Vamos para conclusão

- Valeu a pena fazer. Sim!

- Faria novamente? Parte da punção não, a parte da TEC faria todo mês se pudesse haha.

- O que foi mais difícil? As agulhas no meu caso. Parece que com hormônios você fica mais sensível a cada dia que passa, cada dia fica pior de vez melhor haha.

- Como recebeu o resultado negativo? Fui melhor do que imaginei. Fui forte. Quando entrei sabia das probabilidades, então nunca me enganei achando que era certeza.

- Um conselho. Faça uma FIV quando você estiver bem emocionalmente. Acho que chorei por etapas desde inicio de tentante, então não tenho lagrimas aqui reprimida. Se eu tivesse feito correndo a FIV, acho que teria ficado muito mais arrasada. Sinto que eu fiz no momento que eu sabia que estaria preparada para o positivo e para o negativo.

Enfim, não sei se coloquei tudo aqui. Mas se tiver qualquer dúvida só perguntar.



beijos ♡ beijos

Muitos♡beijos♡lambuzados♡de♡Mel

da Futura Mamãe Ursa ✔

ps: futuro papai urso deu todo apoio do mundo. Sou muito sortuda ter ele cmg. Na alegria e na tristeza né!






▲Topo